13 de dezembro de 2015

Este é do Bertinho.

Com o avançar da idade,  também conhecido por ADN ou PDI, os olhos vão perdendo as capacidades de ver, ler etc e tal. Para disfarçar e adiar a ida ao Sr. Doutor,  lá se vai afastando o que se quer ler à distância certa, até ao dia em que não adias mais e és aparelhado com uns óculos de lentes progressivas, que, nos primeiros momentos de adaptação te fazem lembrar, há uns anos atrás, quando bebeste pela primeira vez  qualquer coisa forte…

Mas adiante com os pormenores que posts longos nem todos gostam e isto não é uma história erótica.

Portanto, como sem óculos eu não vejo nada (em determinadas situações é-me permitido apalpar), excepto dinheiro de preferência em papel ou moedas a partir dos dois euros, sou obrigado a fixar ou a usar alguns ‘truques’ para não fazer má figura. Por exemplo, para o ginásio posso ir de óculos, mas para a piscina não dá, o que é necessário decorar o número do cacifo de fácil localização e que durante uns anos foi o 99.

O problema é que este ano, outro ‘cegueta’ ocupou o referido número e vai daí fui obrigado a escolher/ocupar outro número.

Data de nascimento já estava ocupado, idade também, altura idem, porta aspas aspas...Escolho um qualquer, com ou sem óculos, «Este é do Bertinho»

E por hoje chega de cacifos.


foto by_aflores




Pedro Abrunhosa
- Momento


Pedes-me um momento

Agarras as palavras

Escondes-te no tempo 

Porque o tempo tem asas

Levas a cidade
Solta me o cabelo
Perdes-te comigo
Porque o mundo é o momento

Fiquem bem que eu vou feriar!


Tudo de bom.

8 comentários:

  1. Também passo por algumas vergonhas, porque só uso os óculos às vezes (não quis progressivos, ponho só para ler).
    Para poupar algumas vergonhas, só trago comigo moedas brancas ou de 10 centimos para cima...

    ResponderEliminar
  2. No ginásio? só se não suar muito senão os óculos ficam embaciados como se tivesse acabado de por a cara em cima de uma panela de agua a ferver. (ui que mórbida :p) Piscina nem pensar. E a chuva? Essa malvada que aparece sem dar sinal e deixa os óculos molhados!
    Deixo um video com exercícios para ver melhor. Não sei se resulta porque tentei mas como sou malandra, acabei por desistir.
    https://youtu.be/PRwXuRIR3Co?list=FLlFV1M47Qq47bksQIv6SSGw
    Quem é amiga, quem é? ehehe

    ResponderEliminar
  3. Eu ando sempre de óculos, qssin já sei que não há cá enganos, nem meios enganos.

    ResponderEliminar
  4. É tudo uma questão de hábito e olhe que há óculos que dão às pessoas um ar bem interessante. Uso óculos, lentes progressivas há muitos anos. Engraçado que tanto o médico como o oculista onde os comprei me avisou de que iria ter esse efeito. Mas a verdade é que nunca o senti. E os óculos são os meus olhos. Que eu levo até ao banquinho perto da piscina e que volto a pôr logo que saio de lá. Sem problema. Só os tiro para dormir e para tomar banho.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  5. hum olá Bertinho!
    Boa sorte para escolher o cacifo!

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  6. Uso progressivas e na piscina vejo as pessoas desfocadas.

    O pior é que ouço pior sem óculos.

    Bem haja, meu amigo

    ResponderEliminar
  7. Só mesmo tu...menino Bertinho :)))))
    Beijinhos e aquele :)

    ResponderEliminar
  8. Alberto, queridíssimo (ai, a Sra. Dra. Virgem Santíssima! Talvez não leia o seu blogue)!

    Já tinha passado por cá e lido o seu engraçadíssimo texto. Ri que me fartei, mas eu sei que essa é a sua forma de ser. A vida fica bem mais leve e colorida, sem dúvida!

    O seu cacifo está de gritos, original e não há por lá nada igual, tenho a certeza. Os antigos ocupados, portanto foi "às cegas" que apalpou o "material". E que tal? Pas mal, non?
    Eu, ao perto, estou a ver cada vez pior, mas será do ADN, que sei o significado, ou da(o) PDI (estou "farta" de raciocinar, mas não sei o k significam estas siglas. Será, Perversa, Dominadora Inteligência/Idade (risos)? Hum, não faz sentido!

    Gosto, gosto da maneira como agora termina as suas publicações. É a outra parte de si, a de incurável romântico e sedutor, que nunca morrerá. Nasce connosco, ou melhor, com cada um de nós.
    E "perco-me", e "perdemo-nos"! Mas há perdas que valem mais que que toda a vida. É o ápice, o momento, algo tão pequeno, tão imenso e intenso!

    Beijinhos e abraços, pke nós já somos velhos amigos.

    PS: no dia 23 ou 24, publicarei, se Deus quiser. É servido?

    ResponderEliminar