14 de janeiro de 2016

Eu gostava, mas gostava mesmo...

O ano que acabou há pouco (e já aqui vamos a meio deste chuvoso Janeiro) não poderia ter sido melhor, e digo isto com os pés bem assentes no chão, mesmo estando de perna cruzada, o que não é muito bom para as minhas pernas depois de um treino maravilha.


Mas não vamos desviar a conversa para as minhas pernas… estava eu a dizer que o ano de 2015 foi fantástico, e foi mesmo! Claro que já estou a imaginar vocês a levantarem-se da cadeira, de punho no ar, a mandar nomes e bocas foleiras… «pois, sortudo, falas de contente» e não fosse o filtro que tenho no computador, poderia mesmo levar com uma vassoura ou um prato da cozinha… mas, não sei dizer a verdade de outra forma. Sim, o ano foi fantástico!
É óbvio que poderia aqui falar de coisas muito tristes, muito ‘birulentas’, desgastantes, fedorentas, preocupantes, que me afectaram e prejudicaram (sim, também a mim), mas o que ganharia com isso? É tudo uma relação, ou melhor, uma questão de equilíbrio.


Não é fácil, não é nada fácil, mas só tenho a ganhar se pensar assim e tentar nunca esquecer a máxima «mesmo chovendo também faz sol». 


foto by_aflores

Mas mudemos de assunto que isto está a ficar muito lamechas, e eu vim aqui com o propósito de escrever qualquer coisinha, pois o Janeiro já está a meio…Chuva não tem faltado, a roupa não seca e já me lembrei de mudar de casa, para um local mais ‘sequinho’… com mais sol e menos gente maluca.


Tenho saudades de calções e das pernas à mostra (hoje acordei com esta);

Tenho saudades das mesas com cinzeiro em vez do telemóvel, copos de uísque no lugar de água e uma boa travessa de feijoada em vez de um prato gourmet…

(acho bem que o meu médico não venha aqui ler isto)


Eu gostava, mas gostava mesmo, era de… é isso mesmo! Como vocês me conhecem.

 Não gostaram do post?  ‘Temos pena’… J

Under Pressure
- Queen/Bowie


It's the terror of knowing
What the world is about
Watching some good friends
Screaming 'Let me out'
Pray tomorrow - gets me higher
Pressure on people - people on streets

7 comentários:

  1. 2015 não foi melhor nem pior que 2014 para mim. Este 2016 não tem sido chuvoso por estes lados mas em compensação há frio de fartura.
    Eu também gostava de... mas era com o Tom Hardy. ahahaha

    ResponderEliminar
  2. 2015 foi dos piores anos para mim a nível de saúde. Mas foi também um ano de experiências novas. Até tive alucinações coisa em que era virgem e espero nunca mais ter. Mas também foi o ano de realização de um sonho.
    A publicação de um livro que ainda sonho, não seja filho único.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. De vez em quando temos assim vontades destas...

    E também é bom que de vez em quando as concretizemos.

    Meu caro amigo, desejo-lhe bom fim de semana !

    ResponderEliminar
  4. Estou contigo! Já tenho saudades dos calções lol

    Bjxxx

    ResponderEliminar
  5. Para mim, tem sido épocas de mudanças e recomeços e isso é bom, muito bom.

    Quando o não é, temos de o tornar para lá do bom: ótimo.

    Beijinhos

    Concretização de de todos esses desejos.

    ResponderEliminar
  6. Todos os anos são bons, mesmo aqueles que nos trazem coisas menos boas ;) o que interessa é vermos "o copo meio vazio" ou "o copo meio cheio". É uma questão de perspectiva...no meu caso, opto sempre por ver "o copo meio cheio"...
    E...gosto de dias de sol, uma esplanada, sem telemóvel, sem computador...
    Beijinhos e aquele :)

    ResponderEliminar