6 de janeiro de 2017

Ainda o (Pai) Natal (ou a falta de pedalada)

Eu e o Pai Natal temos uma relação algo complicada, ainda do tempo do Menino Jesus, altura em que descobri que afinal aquelas cartas escritas com tanto sacrifício (em fazer uma letra bonita entre duas linhas feitas a lápis que depois eram apagadas) e atenção (sem erros ortográficos) não passavam de uma grande mentira. Foi um autêntico golpe no coração…

Mais tarde ajustei contas com ele, o tal de Menino, já grandinho… queres figos? Espera aí que já te digo…Passei eu a ser o meu próprio Pai Natal, escrevendo na mesma a ‘minha carta’ com as prendas que eu queria para o natal, e foi assim durante muitos anos, principalmente enquanto trabalhei. 


Nem vos digo nem vos conto as prendas que eu “ganhei” nessa altura, mas, havia sempre uma que eu me recusava a colocar na carta, pois esperava sempre que alguém tivesse a iniciativa de a colocar no sapatinho (sim, no sapatinho, porque cá em casa ainda colocamos os sapatos na chaminé à espera da meia-noite, e sempre com a arma de chumbos carregada para a eventualidade de o Sr das Barbas trazer meias e cuecas...ele nem se atrevia), e que era uma bicicleta!

É verdade, nunca tive uma bicicleta, e durante estes anos todos só ouço, ai e tal faltam os pneus…. é já a seguir… és muito crescidinho (querem dizer velhote?)… ai tens que ter cuidado com o coração… ai já não tens pedalada (Tá bem tá… queres fazer um treininho comigo, queres?)…. ai agora com chuva… ai e tal… ai e depois só podes andar tu, que eu não sei (aprende!).
Enfim, com as desculpas habituais, assim foram passando os anos, o tempo e a vontade de voltar a pedir a famosa bicicleta. 

Agora continuo a fazer pedidos ao Pai Natal, só que de forma e gostos mais requintados. E como dizem que não há duas sem três… eu vou continuar a insistir.



Entretanto, já me dou por contente com uma garrafita de vodka. Não será bem a mesma coisa, mas que também é preciso "pedalada"... lá isso é verdade e muita!



Tudo de bom.

;)

2 comentários:

  1. Mais um excelente texto cheio de humor. Qualquer dia ganha, uma bicicleta duo e vai pedalar com a esposa. A dois é muito melhor...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Acho que está na altura da bicicleta :-)

    E esta noite de Reis é excelente para receber presentes!

    Boa Ano ! Tudo de bom, sempre

    ResponderEliminar