12 de novembro de 2016

Começou a nevar

E foi mais uma semana de Novembro, em tons de Outono… algum frio, pouca chuva e algum nevoeiro.

As notícias trouxeram o óbito de mais um cantor (compositor, poeta e escritor), Leonard Cohen, e de imediato não faltaram mensagens de pesar, RIP em dose q.b. e muita gente a ouvir e a fazer ouvir, de novo ou pela primeira vez a voz do cantor.

Depois também tivemos outras notícias, com outros “cantores”… e que bem cantou de galo (não, não é o de Barcelos nem o de Arouca), o tal ‘Americano do cabelo esquisito’, que ganhou as eleições para o poleiro mais famoso do mundo, a Casa Branca

Uns gostaram, outros não, mas a verdade é que DT ganhou, e com isso fiquei a saber (vejam lá esta dinâmica), que por cá, nesta santa terrinha à beira-mar plantada e do outro lado do oceano, há muita gente conhecedora e especialista em política externa, mundial, e principalmente muito preocupada com o futuro. Só não sei a que futuro se referem.


Mas pronto, é o que se pode arranjar, assim de um momento para o outro, num final de sábado sem Verão de S. Martinho, mas ainda com sabor a castanhas e vinho.

E também já começou a nevar… na Polónia.





Tudo de bom!

:)
;)

3 comentários:

  1. Até parece que percebem mais de política americana do que da portuguesa.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
  2. Olá, querido amigo Alberto!

    É tardíssimo. Horas "impróprias" para uma senhora estar a comentar, mas é de noite k tenho mais tempo e amanhã posso dormir até mais tarde.

    Tanto frio e neve nas suas zonas? Ai, os carros! E na Polónia, na terra onde bate um coração k tb é seu, deve estar mto mais frio, ainda, Que tudo decorra mto bem por lá!

    Efetivamente, morreu um cantor mto apreciado e com carisma, embora nunca fizesse o meu género.

    Donald Trump ganhou democraticamente as eleições, ao contrário do k quase todos pensavam, e agora vamos lá ver o k ele faz, sobretudo se ele faz o k prometeu. Se não fizer, é mais um político sem palavra.

    Por cá, politicamente, estamos de "vento em popa" e hoje houve uma greve, a dos funcionários Públicos (tem de haver, embora o PCP esteja no governo. A CGTP tem de promover, pelo menos, uma por ano), se não bate a bota com a perdigota. Eu trabalhei tal como nos outros dias, aliás, eu NUNCA fiz greve a nada, nem a ninguém.

    Beijinhos e um bom fim de semana.

    ResponderEliminar