4 de dezembro de 2017

Rosé... Ou não


 

A viagem foi um pouco … má. Decididamente eu detesto andar de avião, e desta vez a turbulência deixou-me com os (poucos ) cabelos em pé. 
Cheguei inteiro é o que interessa, e ver-te à minha espera de braços abertos, com aquele sorriso enorme foi  mais que suficiente para passar todo o medo (e os tremeliques). Um beijo  fez o resto.

Eu sabia que ainda tínhamos  que apanhar uma ligação de avioneta (autocarro seriam mais 4 horas de viagem… nem pensar), para a localidade onde vives, mas estava por tudo… e pronto para tudo.

Pelo caminho fui alertando que não tive oportunidade de meter na mala muita coisa, muito menos algumas recordações gastronómicas da nossa terra… estás cá tu é o que  interessa.
Os dias não são muito fáceis quando se está longe de casa,  e as missões nem sempre correm como deviam correr… é num misto de emoções que se vive, um dia de cada vez., mas é para isso que estou/estamos cá.  E fico grata por estares aqui… no meu mundo.

A farda ficou de parte (mas confesso que te fica muito bem… a farda) , por isso foi com aquelas calças de ganga e uma blusa  que comprei em Portugal  para te oferecer (claro que ainda me lembro do teu número) que “apareceste” para jantar, jantar esse que foi da minha inteira responsabilidade.

Tudo pronto… quando reparo que falta algo de muito importante, o vinho….
- E agora? Um jantar destes sem vinho?
- Quem disse que não temos vinho? … Serve Rosé?
- Qualquer um…
- Rosé então.
- Ainda te lembras….
- Há coisas que não se esquecem….
- Olha, a luz foi abaixo.
- Por aqui acontece muitas vezes. Não te preocupes… ajuda-me acender estas velas.

...
Hoje não quero ouvir o ruído do gerador.

Imagens Google

6 comentários:

  1. Ainda bem que correu tudo bem, fico feliz por estares bem e bem acompanhado!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. Em boa companhia, até a luz das velas sabe bem.
    Tudo de bom

    ResponderEliminar
  3. Enigmático...ou então sou eu.
    Ficção?
    Ou crua e bela realidade?

    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Bom dia. Passando para me deliciar com as suas sempre belas publicações. Quando a companhia é agradável, haverá algo mais bonito que conversar/jantar, à luz das velas?.
    .
    Tema de hoje

    Manhã, nascer do sol, solfeja a cigarra no arvoredo
    .
    Deixando cumprimentos poéticos.
    .

    ResponderEliminar
  5. Olá, estimado Amigo!

    Fico tão feliz, tão risonha, mas também sem saber, "exatamente" do que se trata, quando leio os seus textos (se calhar aí é que está a graça e o interesse), que faço mil e umas conjeturas em conjunturas.

    Foi bom, não foi? Excelente! Não fizeram por menos. O avião já lá vai.

    Beijinhos, Feliz Natal e um maravilhoso Ano Novo.

    ResponderEliminar
  6. Bem, a imagem é muito elucidativa, sem dúvida (rsrs).

    Fique bem!

    ResponderEliminar