5 de junho de 2016

Voltar a esse tempo

O ano de 1978 tinha começado há poucos dias e eu era um jovem no início do serviço militar obrigatório.

Lembrei-me de tudo isso, quando num dia da semana que passou, me deparei com esta relíquia na Estação de S. Bento.



fotos by_aflores

Fiquei por ali uns momentos, parado no tempo… deixei-me ser transportado para aquele longínquo ano, para uma viagens “loucas e vagarosas” entre Régua e Chaves.


Eu queria, não me importava nada, de voltar a esse tempo.

Tudo de bom!


(Estás a ver MSF, não falei no teu aniversário, na gravidez de risco da Maria, naquela viagem “alucinante” entre Vila Nova de Cerveira e o Hospital…Não falei  o quanto tive medo em pegar em ti pela primeira vez, quanto mais ver-te na incubadora… tão pequenina, tão frágil. Não falei nas noites mal dormidas,  tomar conta de ti e do teu sono. Estás a ver? Também não falei no quanto … bom, é melhor ficar por aqui mesmo certo? Afinal, já sabes a história toda e “não gostas “ mesmo que eu repita sempre as mesmas coisas. Ou preferias que eu estivesse a fazer um post para tu só leres quando fizesses… quantos? És doida!

Estás a ver MSF, hoje é dia do teu aniversário e eu não estou a falar disso. Simplesmente recordei uma de muitas viagens que fiz de comboio, numa altura em que eu ainda tinha cabelo (rapado por obrigação), não namorava com a Maria, nem me passava pela cabeça ter um dia uma filha de nome… Mafalda.)




;)

:)

7 comentários:

  1. Parabéns à Mafalda, e também aos seus pais, pois que sem eles, ela não existiria.
    Longa vida com muita saúde e alegria.
    Um abraço e bom Domingo

    ResponderEliminar
  2. Parabéns, parabéns! Que venham muitos mais aniversários para festejar. :)

    ResponderEliminar
  3. Confesso que ainda não vi essa preciosidade...

    Parabéns à Mafalda!

    Bjxxx
    Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Olá, estimado Alberto...

    recordar os tempos de moçoilo, a tropa, k vos traz sempre boas lembranças, é salutar e volta-se a ter 20 anos, outra vez, independentemente dos sacrifícios e dificuldades da época.

    Como sempre, um texto-desabafo mto lavado e interessante de ler, pke o Alberto é mto transparente.

    Qto à Mafalda, sua adorada filha, desejo-lhe mta saúde, sobretudo, e que o dia do seu aniversário e todos os k o antecederam e sucederam, tenham sido e estejam a ser de mta felicidade.

    Beijinhos para o Alberto e um em especial para a Mafalda.

    ResponderEliminar
  5. Qto a, c acento grave, imagem, acho-a fora do comum, mas nunca vi nada de semelhante, por perto.

    Boa semana.

    ResponderEliminar
  6. É sempre bom voltar a cena ...
    gosto do seu jeito peculiar de se expressar _ tímido e de bom humor.
    meu abraço aflores e parabéns a sua pequena.

    ResponderEliminar
  7. Cheguei a fazer viagens nessa preciosidade de comboio e só demorava cerca de 5h da Régua até Vidago...nada demais...hehehehe...
    Agora, esses comboios fazem viagens turísticas no Douro, na altura do Verão.
    É sempre muito bom passar por aqui, "ler-te", pois a tua escrita é única :)
    Parabéns (atrasados) aos Pais e á Mafalda.
    Beijinhos e aquele :)

    ResponderEliminar